A simbologia Maçônica de Brasilia.

O número onze ou as duas torres significa virilidade e poder de penetração, orgão de fecundidade. Como sempre foram os obeliscos erguidos em toda antiguidade em culturas como a Egípcia.



Isto já foi provado principalmente por Brasilia ter recebido as influências dos deuses do antigo Egito na sua fundação.


Sem deixar de mencionar que o número 11 é o número cabalisticos mais exaltado pela maior economia do mundo os EUA.



O conjunto das duas torres (numero 11)  de Brasilia possui  28 andares e são ligadas no meio, formando um “H”. (ligação potencializada) Força bipolar. (Na Cabala 2+8=10 que somando dá 1)

Esta forma bipolar é equilibrada com os pratos, ou bacias, as bacias sempre foram usadas como sacrifícios, mas aqui ela simbolizam o equilibrios destas forças antagonicas e geradoras.

                                 

Ao lado de uma das torres, há uma cúpula convexa, maior, que representa a Câmara dos Deputados; ao outro lado, há uma cúpula côncava, menor, que abriga a sede do Senado Federal.

As duas conchas simbolizam o poder e a relação de contrapesos e oposições de forças espirituais.

A  Concha da Câmara é virada para cima, pois representa (Energia positiva) que vem do alto, Masculina e fecundadora.
A outra concha é virada para baixo, pois representa a (energia negativa)Energia da terra, feminina, geradora.



As suas conchas portanto é o equilibrio entre e luz e trevas, positivo para cima e negativo para baixo, ying e yang. A propria concha já é em si um simbolo de fecundidade.

Os espelhos dágua em volta reforçam todo este cerimonial esotérico, ampliando toda esta relação espiritual, refletindo o céus e as extruturas erguidas que é uma exaltação maçônica ao  grande arquiteto do universo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário