A mão oculta, transpassando o véu do templo

No ritual de iniciação deste grau se re-encena o retorno a Jerusalém, dos três maçons que foram mantidos em cativeiro na Babilônia.



As mãos são instrumentos mágicos, chaves mágicas e  esta posição tem um alto simbolismo, o iniciado irá aprender uma senha secreta e um sinal de mão que lhe permitirá passar por uma série de véus que lhe encobre segredos.



A  mão oculta indica que o iniciado irá atravessar o segundo véu, conforme relatado no Duncan’s Masonic Ritual detalhadamente.

                                                           

Hoje este sinal ainda é incorporado por homens religiosos que revelam através de senhas secretas que pertencem a ordem elevada.


Não ele não está escondendo a mãos contra o frio como pensam profanos, esta é uma performance que revela a identidade de um homem que sobe os degraus da iniciação.

“Mestre do Segundo Véu”: Os Três Mestres mais excelentes você deve ter sido, ou até agora você não poderia ter vindo, mas você não pode mais ficar sem minhas palavras, assinar e palavra de exortação.


Minhas palavras são Shem, Japhet, e Adoniram, meu signo é: (lançando mão no seu peito), que está na imitação de um ato por Deus a Moisés, quando ordenou a ele que metesse a mão em seu peito e, ao retirar,  tornou-se como leprosa, branca como a neve."
“E o Senhor disse a Moisés: Põe agora a tua mão em teu seio. E ele pôs a mão em seu seio, e quando ele tirou, eis que sua mão estava leprosa, branca como a neve “

O iniciado agora domina o poder das serpentes e faz sinais e passes mágicos revelando um misterioso poder  oculto na sua mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário